Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Política’ Category

Debate com um acadêmico

_ Gostaria de trazer um desafio para um debate.

_ Eu? Debater com aluno do Olavo de Carvalho? Tá maluco! Sou professor da USP, estou direto na Globo News!

_ Você não está entendendo…

_ Não é com você?

_ Não. É com quem acertou o que ia acontecer em 2002, enquanto você estava festejando uma nova era de ética na política e desenvolvimento para o país.

_ Você não está se referindo…

_ Ela mesma. A Regina Duarte.

Anúncios

Read Full Post »

Uma palavra sobre o Nordeste

Uma das coisas boas da minha FIRMA™ é trabalhar e ter contato com gente de tudo que é lugar do Brasil.

Todo mundo diz que o Nordeste é dominado pelo voto de cabresto e coronelismo, mas quase ninguém vai além, tentando entender o que isso significa.

Um governador e seu grupo político tem instrumentos poderosos para controlar os municípios e os prefeitos (e grupo dominante local) tem poderes maiores ainda para controlar os eleitores.

Vocês acham que um nordestino, especialmente do interior, podem ir para a rede social fazer campanha contra Lula e o PT? Se acham, não entenderam nada.

A palavra chave é vulnerabilidade. O nordestino no interior está refém das estruturas do estado, que são governadas a mão de ferro pelos políticos tradicionais.

Imaginem, só imaginem, o que acontece quando é divulgada o resultado de uma urna. São quase 300 votos para controlar. Se não der Haddad, o político local tem a lista de todos os eleitores que votaram naquela urna. TODOS.

Ele tem o poder de tirar a bolsa família com uma denúncia qualquer de irregularidade, pular na distribuição de água, etc.

Saiam da bolha. Esse cara é refém. Ele tem, literalmente, a pele em jogo. Seu voto tem consequências para ele e sua família.

MESMO ASSIM:

Bolsonaro ganhou em algumas capitais (sinal de um dique rachando), e o PT teve menos votos agora do que em 2014.

O Nordeste será a última região a rejeitar a esquerda porque lá esta tem instrumentos efetivos para impor seu pensamento totalitário. Só a partir do governo Bolsonaro é que se pode começar a destruir este gigantesco esquema de exploração da pobreza.

Um dos motivos que voto 17 é porque Bolsonaro é o único político que realmente se comprometeu a não dividir o povo brasileiro. Ele não tem nenhuma promessa de beneficiar nenhum grupo específico.

Por isso precisamos rejeitar a esquerda. Ela é pura divisão. Isso tem que acabar.

O Brasil só vai conseguir resolver seus problemas quando encarar seus desafios como um único povo, com diferenças normais e saudáveis, mas com um mesmo propósito. Esta eleição é a afirmação do que temos em comum, não do que nos divide.

Read Full Post »

Bolsonaro: estamos quase lá

Faltou pouco. Tem gente com cara de derrota, não é para tanto. Vencer eleição presidencial, ainda mais com muitos candidatos, no primeiro turno é quase impossível.

Temos motivos para sermos otimistas.

Agora Bolsonaro vai ter televisão e poder chegar em uma parcela da população que está fora da internet. Meio a meio com o Haddad.

O voto do Bolsonaro está muito consolidado. Não parece crível que perca votos e praticamente não precisa ganhar nada para vencer a eleição. Isso porque parte dos votos dos candidatos derrotados vai para nulos e brancos.

Tem gente que realmente não vota nem em Haddad e nem em Bolsonaro. Para quem està na frente, é ótimo. Que anule ou deixe de votar.

Abstenção será maior e, pressionado, o PT vai cometer muitos erros ainda.

Por fim, parem de ofender eleitores. O nordeste está tutelado, mas apareceram rachaduras. É um povo sofrido e constantemente chantageado pelo sistema-mecanismo. Será a última área do país a ser libertada.

Não se assustem com pesquisas. A dupla de farsantes Data Falha e Ibope vão colocar Haddad na frente. Há três semanas para o segundo turno, estão livres para mentir. E o farão.

Read Full Post »

Chegou o dia

Passei o sábado em um congresso de defesa civil aqui em Bogotá.

Domingo vou em uma atividade do Congresso e só retorno lá pelas 16:00 (18:00 de Brasília).

Vou acompanhar por twitter, como der.

Tudo que eu tinha a dizer nesta eleição, já disse.

Agora é com o povo brasileiro. Que Deus nos ilumine.

 

Read Full Post »

Estamos quase lá

As últimas pesquisas datafoice e ibope não deixam dúvidas, Bolsonaro está quase lá, e no primeiro turno.

Faz dois meses que digo que a chance dele vencer no primeiro turno era real. Meu chute tinha um fundamento: ele é o único que fez questão de concorrer como candidato de direita. Ficou sozinho para ganhar uma imensidão de votos anti-petista.

Para os que acham que a campanha suja da mídia não fez efeito; fez sim. Passou a imagem de perseguição e reforçou seu principal ativo: estar concorrendo contra o sistema.

Quando artistas, jornalistas e todos os candidatos se voltaram contra ele, reforçaram sua situação de cavaleiro solitário, lutando contra tudo e contra todos. Brasileiro gosta disso.

Vejam o último debate. Os candidatos só falavam dele o tempo todo. Chega a ser engraçado. Não o levaram a sério antes; agora se tornou uma obsessão.

Agora estão em pânico, pois ele pode vencer no primeiro turno.

Mas o pânico dos candidatos é infinitamente inferior ao dos jornalistas. Apostaram muito nestas eleições. Jogaram as máscaras no chão; muitos estão dando chiliques em público, demonstrando como são histéricos.

Fizeram e estão tentando de tudo.

Bolsonaro ainda pode perder. Mas o brasileiros jamais verá esta gente da mesma maneira.

O jornalismo perdeu.

Read Full Post »

Uma elite de histéricos

petistas

Poucas vezes na minha vida vi uma campanha tão suja de difamação de alguém como se fez este ano contra Bolsonaro.

Ele tem defeitos como todos nós, mas de maneira nenhuma é próximo deste personagem que criaram para ele. Ele não é homofóbico, machista e muito menos fascista. Ele é mais ou menos como a maioria de nós. Tem suas derrapadas, fala demais às vezes, gosta de brincar. Repito, nada diferente do que costumamos ser. Não existe uma ação concreta dele que dê suporte às acusações que lhe fazem.

Alguns dizem que, como homem público, não poderia ser assim. Estas pessoas admitem, portanto, que o político tem que ser falso e fazer um personagem. Mas ou menos como o Lula, este sim um machista dos grandes, fez nestes anos todos. A turma da tolerância e do amor prega, na verdade, a falsidade.

Acho interessante que algumas pessoas, que por obrigação profissional deveriam ter os fatos e a razão como guia, se deixam levar pelas emoções e pela turba, indo contra tudo que pregam publicamente. Só reforça minha percepção que a educação e a ciência está repleta de hipócritas e charlatões, que na verdade usam sua profissão para fazer proselitismo de seus próprios preconceitos e erros, de suas vulgaridades.

Era necessário fazer esta demonização do Bolsonaro para que diante deste monstro que eles criaram se tornasse moralmente defensável votar em uma quadrilha demoníaca que saqueou o país por 14 anos e acabou com nosso futuro. Vão votar em corruptos chefiados por um ser humano deplorável, este sim machista, homofóbico e fascista (tecnicamente e não retoricamente), com a desculpa esfarrapada que o capitão é um risco maior para o país.

Deveriam ter vergonha. Os que melhor deveriam ser capazes de interpretar a realidade, colocam-se frontalmente contra ela, tornando-se histéricos que só sabem repetir palavras de ordem ou fingir isenção, superioridade diante dos bárbaros para, com sorriso sínico nos lábios, votar na mesma gente que destruiu o país. Sim, histéricos, pois preferem acreditar em suas opiniões baseadas em sentimentos e palavras de ordem do que no que vêem diante dos próprios olhos. E alguns são educadores e cientistas!

Essas pessoas se juntam a massas irracionais para massacrar um homem inocente que não tem como se defender. São cúmplices morais daquele radical que tenou matá-lo. Que decepção! Acham-se povo, mas não passam de membros de uma elite patética e histérica que está em franca revolta contra o povo verdadeiro de um país, que quer apenas ser deixado em paz para lutar por seu próprio futuro.

Acham-se portadores da luz, mas são os agentes das trevas. A verdade ainda irá prevalecer e eles serão expostos como as grandes fraudes que são.

We’ve take care of everything

The words you hear

The songs you sing

The pictures that give pleasure to your eyes

(Rush, 2112)

Read Full Post »

Um fenômeno curioso desta eleição é a quantidade de gente nas redes sociais torcendo pelo caos para poder dizer que estavam certas.

Vejam bem, não se trata de ser pessimista. Muita gente é assim. Mas de efetivamente torcer para seu próprio pessimismo.

Ilustra um fenômeno descrito por Voegelin em sua obra sobre Platão e Aristóteles: a philodoxia. Trata-se do amor à própria opinião.

Tem gente anti-corrupção, que identifica o mal que o PT representa para o país, que apostou que apenas o merendeiro poderia vencer o partido. Como não vai rolar, agora torcem descaradamente para a vitória petista. Para que?

Para fazerem seus posts dizendo que estavam certos. Para posarem de “gostosões intelectuais”.

São imorais e perigosos.

 

Read Full Post »

Older Posts »