Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Música’ Category

Estamos chegando perto do meio do ano e já temos alguns lançamentos para acompanhar.

1. Chris Stapleton (From a Room: Volume I)

Mistura de country e southern rock. Prestem atenção nas músicas I Was Wrong e Without Your Love. Coisa fina. Candidatíssimo a melhor disco do ano.

https://open.spotify.com/embed/album/48lNtKwbQfwWsweRPdf16V

2. Father John Misty (Pure Comedy)

Música com alma, onde uma certa tristeza aparece a cada faixa.

https://open.spotify.com/embed/album/3CoFoDt6zt5EKxmTpOX32b

3. Blondie (Pollinator)

Sim, Deborah Harry e trupe estão de volta fazendo o que sabem de melhor: adaptar um som calcado no punk rock dos anos 70 com as tendências da música pop ao longo do tempo.

https://open.spotify.com/embed/album/6o4STrKI7oQoWppn6Nkdp5

Read Full Post »

O Vltava (ou Moldau)

 

O poema musical Vltava é uma composição do século XIX do compositor tcheco Bedrich Smetana e faz parte de um conjunto de 6 peças entitulado Má vlast (minha terra natal). Trata-se de uma obra de cunho nacionalista, que Smetana tenta traduzir seu amor por sua pátria.

Vltava ou Moldau é o rio que nasce na Bohemia e termina na cidade de Praga e a música de 12 minutos acompanha a trajetória do rio. Trata-se de uma das mais belas composições musicais já feitas na história, e minha preferida. Ela aparece no filme A Árvore da Vida, remetendo ao rio como símbolo da própria existência humana.

Read Full Post »

Dystopia

Dave Mustaine estava particularmente inspirado quando escreveu a letra dessa música do último disco do Megadeth. Nela está não só o problema da distopia, mas a essência da ideologia: a substituição da realidade pela imagem que temos dela.

17925432

 

Dystopia

“What you don’t know” the legend goes “can’t hurt you”
If you only want to live and die in fear
They tell us to believe just half of what we see
And absolutely nothing that we hear

Resist the twisted truth no matter what the cost
Supplant the rights with wrongs inside our heads
Outlawing all the questions to the answers
That no one likes when someone ends up dead

Dystopia
Dystopia
Dystopia
Dystopia

“What you don’t know” the legend goes “can’t hurt you”
If you only want to live and die in a cage
There’s panic and there’s chaos rampant in the streets
Where useless thoughts of peace are met with rage

Demoralized and overmastered people think
The quickest way to end a war is lose
Dictatorship ends starting with tyrannicide
You must destroy the cancer at its root

Dystopia
Dystopia
Dystopia
Dystopia

Read Full Post »

Para quem começou a escutar música nos anos 80, no Brasil, o conceito de single não fazia muito sentido. O nosso mercado era dominado pelos LPs, e quando singles eram lançados por aqui, normalmente na forma de EP, o preço era o mesmo. Qual era o sentido então de pagar o mesmo por apenas 2 músicas? Além do mais, o LP chegava no Brasil muito depois de seu lançamento.

Com o Spotify(e similares) é possível acompanhar os lançamentos lá fora. Tem uma aba chamada new realeses que mostra diariamente o que está sendo lançado. Só lamento que não consiga excluir o mercado brasileiro porque o nível de porcaria é acima do aceitável. De qualquer forma, pela primeira vez estamos poder acompanhar o lançamento dos singles e tem sido uma experiência muito interessante. O single é um um convite para o disco que está para sair.  Time for Bedlam, do Deep Purple, por exemplo, me deixou muito curioso pelo disco que está para sair. Faz tempo que não escutava uma música tão boa da banda, que sempre foi uma das minhas preferidas.

Está sendo bem legal acompanhar o mercado por meio dos singles e já tenho uma lista dos que mais me chamaram atenção ano passado. Finalmente o conceito passou a fazer sentido para mim e posso sentir um pouco do que os ingleses sentiam nos anos 60, a era de ouro dos singles.

Read Full Post »

O Vltava (ou Moldau)

O poema musical Vltava é uma composição do século XIX do compositor tcheco Bedrich Smetana e faz parte de um conjunto de 6 peças entitulado Má vlast (minha terra natal). Trata-se de uma obra de cunho nacionalista, que Smetana tenta traduzir seu amor por sua pátria.

Vltava ou Moldau é o rio que nasce na Bohemia e termina na cidade de Praga e a música de 12 minutos acompanha a trajetória do rio. Trata-se de uma das mais belas composições musicais já feitas na história, e minha preferida. Ela aparece no filme A Árvore da Vida, remetendo ao rio como símbolo da própria existência humana.

 

Read Full Post »

20 Melhores músicas do blues

Pelo menos na opinião do crítico inglês Nick Wall. O que vocês acham?



Read Full Post »

Vai uma ópera?

Read Full Post »