Feeds:
Posts
Comentários

Archive for abril \10\UTC 2018

Brasil: para onde vamos?

5e4259cddbd709fe02b3f1aee92b63c7O Barba está preso. Não sabemos por quanto tempo, mas está. O STF pode soltá-lo a qualquer momento, mas mesmo os ministros desesperados par tirá-lo de lá sabem que haverá consequências. A convulsão social não ocorreu; pelo contrário, houve comemorações. O grupo que se reuniu no sindicado em São Bernardo foi composto pela linha C dos aliados. Os grandes nomes se mantiveram à distância. Manoela e Boulous querem um naco de votos e nada mais. Sabem que não tem chances reais e estão na disputa apenas para ter um tempo de mídia. Os que tem chances, como Marina e Ciro, ficaram distantes e soltam declarações ambíguas.

O fato é que mais uma vez chegamos em um ponto que nos permite pensar em algo diferente. Mais uma chance é nos dada para começar a sair do poço sem fundo que nos metemos, mas aproveitaremos? Infelizmente, não temos homens públicos com capacidade para liderar o país em um êxodo do Egito, apenas algumas opções pragmáticas que podem fazer menos danos do que outras. Cada vez mais me convenço que, para variar, o Olavo tem razão. Sem uma nova elite cultural, nada feito.

Pelo menos temos este alento de ver nomes surgindo para formar esta nova elite. Se vão conseguir, é outra estória. Há muitos obstáculos. Há a tentação de ser aceito pelos mandarins de nossa cultura, erro fatal do último movimento a desafiar o status quo, o rock dos anos 80. Infelizmente, um a um, de Cazuza ao Paulo Ricardo, foram se ajoelhar e trocar tudo por uns afagos dos totalitaristas culturais que dominam o Brasil.

Isso tem que mudar. Sem a destruição da imerecida fama dessa turma, não temos para onde ir.

Anúncios

Read Full Post »

O jornalismo brasileiro está mostrando hoje toda sua pusilanimidade com os acontecimentos relativos à ordem de prisão do barba.

Um ex-presidente, duplamente condenado por corrupção, líder popular, tem sua prisão decretada mostrando que ninguém está acima das leis. O jornalismo, que vive dizendo que sua missão é vigiar o poder, deveria estar eufórico. Pelo menos é assim na visão utópica do Spielberg em The Post. O que temos? Um clima de velório. Jornalistas de caras fechadas, mal conseguindo esconder a tristeza que estão sofrendo.

Para piorar, um líder sindical foi filmado empurrando um manifestante anti-Lula contra um caminhão em movimento. Qual a notícia? Que o manifestante sofreu um acidente. Imaginem se fosse um militante do PSOL! É uma vergonha.

Não chegamos ao fundo do poço por acaso. O jornalismo brasileiro é um dos grandes responsáveis pela corrupção que assola o país. Sem o salvo conduto dado por eles, a quadrilha ideológica-corrupta jamais chegaria tão longe.

Para passar o Brasil realmente a limpo, teria que chegar no jornalismo e no judiciário.

Talvez por isso o Olimpo esteja tão desesperado.

 

Read Full Post »

STF na berlinda

Independente da decisão que o STF vai tomar, uma coisa já ficou clara: o nosso supremo entrou para a mesma paçoca do nosso Congresso e Governo Federal. Sim, pois até pouco tempo, o STF pairava acima dos outros poderes como se fosse uma reserva moral, esquecendo que os ministros são produtos da relação espúria entre governos e senados.

Senadores tem pânico de se indispor com os futuros ministros, sabe-se bem porque, e na prática aprovam qualquer coisa que vier da presidência. O verdadeiro teste foi o Tófolli, um sujeitinho sem notório saber nenhuma que só foi indicado por ser advogado do criminoso mor da república. A partir da indicação dele, o governo viu que a porta estava escancarada e passou a ocupar os espaços com gente de confiança.

O atual time que forma o STF é a prova que as instituições não estão funcionando, porque se estivessem um presidente nem se atreveria a indicar certos nomes.

Pois agora o supremo caiu na boca do povo e parece que não vai sair tão cedo. Bem vindos à lama e se acostumem a conviver com o repúdios dos brasileiros! Vocês fizeram por merecer.

 

Read Full Post »